sábado, 19 de fevereiro de 2011

O Falso Xamã



Por todas as Relações!!

Sejam todos bem vindos ao meu cantinho que hoje o papo é serio.
Adoro apresentar aqui personalidades nativas que estão tão maravilhosamente levando o nome de suas nações para fora de suas reservas. Admiro a todos demais e acho sinceramente que isso pode servir de inspiração para nós aqui da parte de baixo da América. Porém também preciso partilhar com vocês coisas um pouco mais sérias, mostrar a realidade das reservas, tentar modestamente incentivar a todos a agirem com respeito em relação a todos os Povos Indígenas, suas histórias, ancestralidade e seus rituais sagrados. E hoje venho com este artigo exatamente para fazer um alerta .


Tenho tido longas e produtivas conversas com alguns amigos, verdadeiramente nativos Cherokee e Lakota. Pessoas profundamente envolvidas com suas culturas, histórias e o que há de mais sagrado pra eles que são suas crenças, são pessoas sábias de um imenso conhecimento.



Portanto, a informação que repasso aqui hoje vem de minhas conversas com eles, sou aqui apenas uma intermediaria dessas pessoas para falar com meus leitores Brasileiros, o que eles acreditam e eu também ser de grande importância para todos. Eu devo aqui, antes de mais nada agradecer a todos eles, por sua bondade, paciência e boa vontade em esclarecer todas as minhas dúvidas e me fazer entender coisas importantes que eu posso agora partilhar com todos vocês J


Percebo que hoje em dia todos estamos procurando por uma conexão espiritual que nos faça sentido, uma identidade espiritual. Eu compartilho deste sentimento também. Eu sou uma pessoa que sempre procurei por algo que me completasse espiritualmente, mas é necessário aprendermos algumas coisas antes de entrarmos totalmente em algo. Eu sei perfeitamente que quando falamos de espiritualidade nossas idéias mentais/racionais pouco importam, apenas o sentir é o que conta e basta. Porém eu também compreendo que algumas pessoas possam ser facilmente enganadas e eu pessoalmente tenho visto muito isso acontecer.



Portanto meu querido leitor, faço o convite para que você leia este texto hoje até o final e siga algumas dicas dadas por eles próprios nativos americanos  para não cairem nas mãos de falsos “xamãs” ...Este é o meu convite de hoje para todos. ( todo mundo aceitando?? - Lila Was'te!!! )




Eu entendo perfeitamente a curiosidade e desejo que temos de aprender com os povos indígenas, estou totalmente inclusa nisso também. Xamanismo é realmente um tema que encanta, é fascinante, nos ensina muito sobre respeito ao outro, a terra, a nossa ancestralidade e a nós mesmos e nós precisamos mesmo disso em nossas vidas para nos tornarmos melhores seres humanos.



 Mas há uma linha tênue que se a compreendermos não cairemos nas mãos de falsificadores o que seria certamente um desperdício de tempo e só nos levaria há um grande desapontamento no final das contas. Não faço julgamentos, cada um que vista sua carapuça, mas fica aqui o alerta !


 
Acredito que as pessoas que estão fazendo um ótimo trabalho, respeitando o que há de sagrado para as nações nativas não se ofenderão com este artigo de forma alguma. Há pessoas fabulosas que atenderam o chamado do coração para seguir o bom e velho Caminho vermelho sagrado, são pessoas realmente interessadas em ajudar o ser humano a se melhorar, mas esses meus caros sei que são poucos, infelizmente. Não acho também que seja necessário ser um Indigena legitimo para fazer isso, basta ter a alma vermelha, respeito e comprometimento com o que se faz. alguns ensinamentos ancestrais estão disponiveis para nós, para nos ensinar através de seus simbolismos. Acho isso tudo maravilhoso, compartilho disso também. Conheço algumas pessoas que fazem esse trabalho e por elas manifesto meu total respeito e gratidão por tudo o que me ensinaram e me ensinam.




As informações que quero compartilhar aqui com vocês é sobre uma linha muito tênue que espero que todos consigam perceber. Pois é essa linha que nos ajuda a saber se estamos sendo conduzidos por uma pessoa como essas que citei acima, ou não. Outra coisa também, este texto só diz respeito a questão dos nomes das Nações Lakota e Cherokee, ao que eles consideram que de fato seja um Medicine Man. E ensinam isto para nós.



Um de meus amigos Lakota me disse o seguinte: "Não há como você escrever este artigo sem ofender ninguém, pois você ofenderá pessoas que estão ofendendo aqueles que legitimamente são os guardiões de nossos ritos sagrados". Achei muito válido colocar essa citação aqui. Fica a dica....

As pessoas que estão se utilizando dos nomes de tribos nativa norte americanas especialmente  Lakota e cherokee performando cerimônias em seus nomes apenas estão desviando o real significado das crenças sagradas e não possuem significancia alguma. Eles não tem permissão nem empoderamento algum para fazer isto.



Porém que fique bem claro aqui, há cerimonias que podem ser compartilhadas conosco e muitos seguidores do caminho vermelho  as conhecem. Mas preste atenção, os autenticos seguidores do caminho vermelho, aqueles que atenderam um chamado do coração, agem com responsabilidade e não se auto intitulam Xamãs, normalmente nós é que os chamamos assim. Como eu disse há um linha muito tênua que precisamos observar.


Como se tornar um xamã !! Seria cômico se não fosse trágico...Bom, mas vamos lá...se tornar um Medicine Man não é igual fazer a um bolo, não da pra seguir caderno de receitas.Ninguém se torna um lendo um livro nem fazendo um curso.  É  um caminho e escolha de uma vida.  Esqueça!!...Sempre recomendo livros aqui, e especialmente sobre a Nação Lakota, caso você tenha interesse em conhecer procure os livros de Joseph Marshall III. Leiam o artigo que fiz sobre ele aqui!!

 

 Meu nome é Água dourada / Coração Valente / Rapoza vermelha – Verdadeiros Medicine Man não tem esses nomes, reconheço a poesia dos nomes mas isso é só em filmes. Os nomes dos verdadeiros Medicine Men são em suas respectivas línguas nativas...Mas vou confessar, acho lindo , também queria um nome assim igual aos da série Into the West ....





Um verdadeiro Medicine Man nunca utilizará o termo xamã ( até porque este não é um termo utilizado dentro das Nações Indigenas Norte Americanas )e  não irá se vangloriar da sua condição e exibir super poderes pra você.



Um autêntico Medicine Man nunca irá se auto proclamar,  isto não é necessário pra ele  pois ele não precisa de propaganda, não vive disso.  Ele não irá tentar te convencer de que ele é real e não irá te contar estórinhas impressionantes da carochinha de como ele se tornou um xamã.


Fui iniciado pelos Lakotas/ Cherokees – Se você acreditar nisso então você é um forte candidato a ser enganado e manipulado por essa pessoa. Sim, porque o falso xamã é um excelente manipulador .


Que fique bem claro aqui algo muito importante, relatado para mim por vários amigos tanto Lakota quanto Cherokee. Um autêntico Medicine Man tem que nascer na tribo/nação e ser criado dentro da cultura e religião sagrada, e para se tornar um Medicine Man dentro de um tribo, leva-se uma vida inteira.



Uma dádiva e um fardo dado pelo criador. Apenas pessoas de dentro das tribos podem se tornar um Medicine Man. Não existe possibilidade alguma de uma pessoa de fora se tornar um Medicine Man em tribo alguma norte americana. Isto é uma piada, simplesmente. Não acredite nisso jamais!!!


Um Medicine Man Cherokee irá fazer sua cerimonia na sua lingua Nativa, e provavelmente citara sua tribo ancestral ( espero que entendam, mas não posso publicar esses nomes aqui ). Na maioria são solteiros e sem filhos. Entre os Lakotas não necessariamente, mas também irão liderar suas cerimonias na lingua Lakota. 




Não tem nada de errado em aprendermos coisas interessantes dos Lakotas, Cherokees e outras nações, eles provavelmente irão te ensinar muito, há muitas coisas que podem ser compartilhada conosco e outras que não podem. Há rituais sagrados que nem mesmo membros da tribo/reserva   tem a permissão de conhecer, são reservados somente para aqueles que irão seguir o caminho da cura. 



Vejam, um Navajo não pode liderar uma “Stomp dance” que é sagrada para os Cherokees assim como um Cherokee não pode liderar um "Sun Dance" que é sagrado para os Lakotas. Se eles conseguem se respeitar , porque não podemos  fazer o mesmo????

Se dia você for visitar uma reserva e for abençoado o suficiente para conhecer um verdadeiro Medicine Man ( o que não é tão comum nem tão fácil assim ) e se você for mais abençoado ainda e for convidado a participar de uma cerimônia, isso não fará de você um Medicine Man. O mesmo vale se um dia você assistir uma cerimônia do Dalai Lama, isto não fará de você um Lama, se você for a missa, não sairá de la sendo um padre...fácil de entender, certo?



Dinheiro – Hummm...chegamos aqui há um ponto crucial. As nações Lakota e Cherokee são pragmáticas em relação a isso. Seus rituais não estão a venda nem nunca estiveram. Vieram de seus ancestrais, os mesmos que deram suas vidas para preservar e defender seu povo e terras, e eles tem um verdadeiro respeito sagrado pela sua ancestralidade. Suas cerimônias não possuem preços pois eles acreditam que ninguém precisa pagar para rezar. Ou será que alguém aqui já pagou pra entrar numa igreja?? Sim vc poderá fazer doações, muitas vezes simbólicas, por gratidão, coisa que eu aconselho pois um curandeiro também é uma pessoa que necessita viver e pagar suas contas, ou não? mas provavelmente ninguém irá te pedir nada você o fará como doação  e se sentir vontade de fazer.

 

Se você algum dia visitar algumas das reservas Lakota, cherokee , Navajo ou outra nação que é o único lugar aonde você realmente vai encontrar um autêntico Medicine Man , utilize seu dinheiro para ajudar nos projetos sociais


Eu estive entre os Lakotas/Cherokees – Olha, eu particularmente já ouvi muito esse termo aqui no Brazil, mas não entendi até hoje o que isso significa... Oras bolas, eu posso então ir até as reservas, andar por lá, tirar fotos e posso dizer o mesmo...e daí???...Normalmente falsificadores se utilizam deste termo para mostrar um poder e conhecimento que na realidade não possuem....estar numa reserva Lakota é bem diferente de ir até uma aldeia indígena brasileira no meio da floresta do ponto de vista de localização. As reservas Lakotas são pequenas vilas, desde quando foram forçados a sairem de suas terras e levados a viver nessas reservas. Não vivem mais num sistema tribal, muitos não seguem mais a tradição religiosa, estão convertidos ao cristianismo, a maioria das reservas são pobres, muito pobres. Então, "estar entre eles" não quer dizer nada de fato.



Enfim, preciso de um artigo inteiro como este pra explicar o que são as reservas hoje em dia, farei isso em breve....mas quero dar uma noção a todos de como as coisas funcionam. Quanto mais sabemos menos somos enganados


Eu tenho muita esperança que este artigo possa ajudar realmente a todos que o lerem. Eu quero dizer aqui que tentei de verdade colocar todos os meus esforços  para dar a todos informações que sejam de fato válidas e possam fazer diferença. Há muito o que possamos aprender com os nativos, mas temos que respeitar os limites que eles nos colocam, como um direito legítimos deles. Eles querem sim que compartilhemos de suas cerimônias como irmãos, mas não querem ver essas mesmas cerimônias tão sagradas para eles serem distorcidas e vendidas. Pesquizem sobre "James Arthur Ray" e vocês entenderão do que estão falando. . Se cuidem todos!! 
Por todas as relações
Mitakuye Oyasin

2 comentários:

  1. Gostei muito do assunto, bom texto, boa mensagem. muita luz no teu coração.

    ResponderExcluir